sábado, 21 de maio de 2011

PORREIRO PÁ…!

Quem estivesse ontem atento, ouvindo Passos Coelho a dar uma lição de mestre ao primeiro-ministro demissionário e ainda em exercício, José Pinto de Sousa, mais conhecido por Sócrates, não deixaria de exclamar, com toda a eloquência, um altíssimo e sonoro PORREIRO PÁ. Passos Coelho, futuro Primeiro-ministro de Portugal, com uma elegância e excepcional educação, (que o seu adversário não merecia), pela insolência que sempre revestiu a sua prosápia e má formação, que de resto ficou bem patente pela forma como se dirigia, ao seu oponente tratando-o sempre com menosprezo e como se ele fosse um inimigo, em vez de adversário político, querendo ser ao longo do diálogo, um moderador, interrompendo constantemente Passos Coelho, de forma acintosa, e de uma perversidade inaudita, numa demonstração do seu baixo nível. Quem tivesse dúvidas ficou ontem com a certeza simples e profusamente ilustrada, de que finalmente temos à vista um Primeiro-Ministro culto, oportuno, competente, sabedor e extraordinariamente calmo, mesmo em situações provocatórias como foram as que constantemente José Pinto de Sousa proferia, tentando menosprezar quem estava respondendo com Verdade às mentiras e à incompetência de um Zé Ninguém que se julga o supra-sumo da democracia e da governação, má como todos sabemos. Ficámos pois, todos, elucidados. E já não era sem tempo. Bem lutou Pinto de Sousa contra moinhos de vento, mas nada, nem os moinhos, nem o vento, na sua "alegria" que ele diz sentir para disputar as eleições, lhe valerão para derrotar quem já é por natureza e, por vontade do povo português, o futuro Primeiro-ministro de Portugal: Passos Coelho. É isso.
PORREIRO PÁ…!

José de Viseu

3 comentários:

Artur Sousa (Leiria) disse...

Escolas;
Estou a abrir este blogue mais para usar como arquivo politico, porém vou tendo problemas com Java Script que não vejo solução para os resolver…
Este comentário serve também para ver como os comentários aparecem aqui.
Um abraço a todos.

Anónimo disse...

Testing
Leiria

TINTINAINE disse...

Então isto já existia desde o dia 21 de Maio e não dizias nada?
Hoje em dia não se vai a lado nenhum sem publicidade.