domingo, 25 de março de 2012

Claro que a culpa da crise é dos funcionários públicos !!!...

Sim, a culpa da crise é do funcionário público Vítor Constâncio que não viu, ou não quis ver o buraco do BPN;
Sim, a culpa da crise é do funcionário público Teixeira dos Santos que não viu, ou não quis ver o buraco da Madeira; 
Sim, a culpa da crise é do funcionário público Alberto João Jardim que criou "às escondidas para os do continente não cortarem nas tranches" um buraco de seis mil milhões de euros; 
Sim, a culpa da crise é dos 230 ( duzentos e trinta !!!... ) funcionários públicos da Assembleia da República que auferiram só em ajudas de custo no ano de 2010 a módica quantia de três milhões de euros, fora os salários e demais benefícios; 
Sim, a culpa da crise é dos funcionários públicos que gerem, continuamente,em prejuízo as empresas públicas como a Metro do Porto, CP, ANACOM, REFER, REN, CARRIS, EDP, PT, Estradas de Portugal, Águas de Portugal, . alista é interminável, mas não abdicam das viaturas topo de gama, telemóveis, talões de combustível... enfim a lista é interminável;
Sim, a culpa da crise é dos funcionários públicos das Juntas de Freguesia e Câmaras Municipais que ganham por cada reunião assistida; 
Sim, a culpa da crise é dos funcionários públicos da Assembleia da 
República, já reformados, com as suas subvenções vitalícias por meros 6 anos de "serviço". Reformados alguns com apenas 40 anos de idade!!! Quantos são desde 1974? Enfim, a lista é interminável. 
Sim, a culpa da crise é dos funcionários públicos que presidem fundações como a Guimarães 2012 com salários imorais, na ordem dos milhares de euros. 
Quantas são? Enfim, a lista é interminável;
Sim, a culpa da crise é dos funcionários públicos que adjudicam pareceres jurídicos a empresas de advogados, quando podiam solicitar o mesmo serviço às Universidades, pagando dez vezes menos, ajudando dez vezes mais as finanças das mesmas; 
Sim, a culpa da crise é dos funcionários públicos que adjudicaram obras permitindo as famosas "derrapagens financeiras". Caso mais recente a escandaleira e os cambalachos da Parque Escolar... 
... E quem paga? É o Estado !!!
Etc., etc., etc... 
Sim, a culpa da crise é desses funcionários públicos, e não dos funcionários públicos que trabalham arduamente para alimentar estes pulhas.
Este anónimo funcionário público e pagador de impostos. 

2 comentários:

edumanes disse...

Com essa não concordo,
Porque eles são aldrabões
Quando triste acordo
Porque roubaram meus tostões.

Obrigado pela tua visita,
E pelo teu excelente comentário
Quem não sabe acredita
No conto do vigário.

Sem resposta não podes ficar,
O Eduardo ninguém enganando
Melhor levar a vida a brincar
Do que, tristemente, chorando.

Desejo um bom dia de segunda-feira para ti, amigo Artur.
Um abraço.

Observador disse...

Também hoje me sinto culpado, trabalhei duro nos anos que por lá andei, reformei-me na convicção de ter cumprido com a minha obrigação, assim o entenderam também os que comigo deram o seu melhor, finalmente aparecem estas aves agoirentas dizendo que fui um malandro, e que por essa razão me vão ter de levar os subsídios, (o que aliás já aconteceu com uma parte do subsidio de Natal passado) como diz o outro: «é a vida» cada Povo tem os Governos que merece.
Um abraço
Virgílio